sexta-feira, setembro 19

Talvez nem seja necessário entender este interregno, talvez nem deva acreditar que calei este silêncio que se arrastou para lá da minha vontade...
... inércia? Certamente!
... preguiça??? Alguma!
Tenho a sensação de que os horizontes da minha vida estiveram voltados para outras paisagens, e de costas viradas para o migalhas, nada de premeditado, aconteceu!


Talvez afinal, eu, que quebro todas as rotinas e viro do avesso qualquer ideia que se faça, ou qualquer expectativa que se tenha em relação à minha pessoa, afinal ,dizia eu ,sou arreigada demais aos hábitos que estabeleci... é nesta cadeira azul, nestes espaços entre outros espaços, que me brota o desejo, a saudade e o impulso de procurar uma migalha que me console, e dê alento e alegria, que acrescente uma qualquer riqueza ao meu dia... e assim lembro-me e corro para o meu migalhas... aqui desaguo de dentro para fora, liberto-me, dou ás asas e entre voos pergunto-me:
- Se isto me sabe tão bem, quando abro esta janela que me dá momentos de gozo tão próprios, poque será que no meu horizonte estival este mundo fica tão distante de mim, que chego a esquecer-me da sua existência!!!
Voltei; agora que os meus dedos percorrem o teclado sem me darem sequer tempo para pensar estou segura, voltei mesmo e estou feliz por isso.
Migalhas, estou de volta, continuo a gostar de ti e dos nossos convidados, aqui vou voltar de novo para abrir a minha caixa de Pandora, o meu miolo mais recondito, o meu coração mole, a minha indignação, a solidariedade e ternura que sinto por todos nós, por todos vós, aqui vou voltar para os encontros, as palavras e as confissões!
PS não sei se por aí anda ainda alguém mas se eu fôr de porta em porta acredito que vou confirmar: NÃO ANDO SÓZINHA NISTO!
Beijos e xicorações
Bom fim de semana A TODOS

7 comentários:

Francis disse...

Olá.
Acho que andamos todos mais ou menos inertes e preguiçosos, deve ser o aproximar do Outono.
Força, com um bocadinho de vontade vais conseguir dar a volta a este silêncio.
Beijos.

claras manhãs disse...

Até que enfim! Caramba! nunca mais era dia.
É verdade também aconteceu no ano passado, mas foi mais curto.


beijinho feliz, por teres voltado

xistosa - (josé torres) disse...

Sabia que estava viva.
Todos os dias lia a primeira página dos diários ... estava a par de tudo.
Bem, já descansou e de que maneira, agora só lhe resta aguardar que as teclas desçam ao mais profundo de cada ideia e deixem aqui vincada a sua assinatura.
O fim de semana foi-se e já são "dezavinte" e dois, nem vi a partida do Verão.
Sabia que as andorinhas tinham partido ... é que são umas badalhocas ... não usam cuecas e sujavam-me o peitoril duma janela do quarto de banho ... mas os pássaros por aqui, são todos da mesma raça, até as lindas rolinhas, deixam a sua assinatura em todos os carros.

Como está de volta, vou passando, talvez não como desejava, mas sempre que possível.
É que tenho uns trabalhitos que me deixam menos tempo.
Uma boa semana.

inespimentel disse...

Francis a inércia já lá vai, quanto ao silêncio eu dou-lhe a volta mas não o deixo fugir-me, sabes, é que ele é uma das minhas melhores companhias.
obrigado por ainda aparecer, bem vindo

inespimentel disse...

Minuxa isto é assim para o estranho... não me habituo à ideia de que o blogue é para todas as estações, tenho uma verdade dentro de mim que lhe vira as costas no Verão!Ele há coisas a que não há volta a dar!
Pois é e este ano arrastou-se por mais tempo, mas não é por nada... é só porque é!
... e ainda bem que não desistes, acho que ainda não me conformei com a morte da CADELA, deixou-me inconformada, isto tem sido uma construção e ela tem tijolos que fazem parte da estrutura!
Bom Outono para ti, para nós

inespimentel disse...

Xistosa é bom saber que as suas ausências são sinal de outros "trabalhitos".
Mas não deixe de aparecer
... e sabe os pássaros são uns badalhocos a quem nós ocupámos a casa e eles por vezes já nem sabem onde aliviar-se
Bom Outono para si e para os badalhocos tb

claras manhãs disse...

Eu era lá capaz de desistir
risos
Estava só chateada com algumas coisas que se estavam a passar no Claras em Castelo e tenho imensa pena de o ter fechado.
Este aindo não é meu filho
Também tenho muita pena do Cadela
Mas se queres saber escreve de vez enquando no Claras Contestátário, o mesmo género.
Contesta e provoca
Uma graça

beijinho

o que me faz feliz

o que me faz feliz
o meu mundo ao contrário

O meu Farol

O meu Farol

A bela foto

A bela foto
o descanço dos meus olhos

A minha cama na relva

A minha cama na relva

O meu Algarve

O meu Algarve

...enquanto uns trabalham...

...enquanto uns trabalham...