terça-feira, agosto 4

Encanto

Estar encantada!
Um encanto de pessoa;
Acordar e adormecer encantada...
O estado do "encantado",
o acto de "encantar",
o momento encantado,
uma companhia encantadora
talvez me pareça o mais "caro" do que se possa pedir... ou sentir... esta atitude perante a vida, os outros, tudo em nosso redor, esse estado de suspensão entre o deslumbre e a desilusão, e a arte de o fazer perdurar, saboreando a simplicidade, aceitando a oferta
estar encantada é ser sempre, ou ainda, agradavelmente surpreendida
estar encantada é acreditar em coisas boas, ou saber descobri-las
estar encantada é ser ainda criança,
é viver cada momento, festejando o presente
vivo e sumarento, colorido e harmonioso,
sem medo do que depois dele virá
sem cobranças ao passado
estar encantado seria mais do que esperado
perante tanta beleza que se nos oferece,
diante do milagre da vida,
e da consciência que nos revela o quanto pequenos e insignificantes somos numa imensidão sem fim
O encantamento de sermos organismos tão quase perfeitos e completos, neste caos organizado
o encantamento de sabermos que, do primeiro dia ao último podemos crescer sem parar, caminhar sem desistir, sempre, e dentro de nós acarinhar essa alma sem idade que persiste em olhar com ternura e expectativa este desenrolar de paisagens interiores que nos encanta os dias, uns mais desencantados do que os outros... mas sempre a construir... um encanto de vida!

9 comentários:

vício disse...

quanto mais não vale estar entre o encantamento e a desilusão, não em suspensão mas sim de pés bem firmes e sem oscilar para lado algum.
muito melhor que andar a saltitar de extremo em extremo...

vida sem sal? talvez aos olhos de alguém... mas também é uma vida sem "vinagre"!

claras manhãs disse...

Tenho andado em fase de encanto e espero que mesmo quando dela saia, me lembre de voltar, me lembre que ali está porque é essa a minha pertença

beijinho de saudade

inespimentel disse...

É verdade sim vício, quanto não vale o equilibrio, sal qb, vida apimentada, vinagre também espevita, enfim... mas saltitaR DE EXTREMO EM EXTREMO é por vezes a tendência a que não se consegue dar a volta, espécie de destino ou sina... uma canseira para o próprio e um caos para quem quer saber com o que pode contar!

inespimentel disse...

Minuxa estica a fase, faz render, é para mim o melhor estado... não é paixão é encantamento!!!

inespimentel disse...

Aos comentadores
como eu gosto de saber que mesmo quando o próprio se esquece do seu blogue há sempre quem ande a espreitar e picar por aqui e por ali!
Ainda ontem tinha picado o pensamento profundo, de passagem... há vícios que não nos largam!

Pipoca disse...

Encantar...é uma das palavras mais bonitas. A ver se me encanto um destes dias...

Beijinhos

xistosa - (josé torres) disse...

E quando nos sentirmos desencantados, desiludidos com nós próprios ou com o mundo que nos rodeia, resistirmos, com o sentido de orientação, de norteamento ... duma vida normal.
A máquina perfeita, também falha.

prafrente disse...

Desejo que esse encantamento te acompanhe sempre mesmo quando o desencanto parece não nos querer largar a porta.

Bom fim de semana

Siala ap Maeve disse...

Passei para te deixar um beijo. Espero que continues numa onda encantada e que tudo esteja a correr bem!
Um beijo de Luz

o que me faz feliz

o que me faz feliz
o meu mundo ao contrário

O meu Farol

O meu Farol

A bela foto

A bela foto
o descanço dos meus olhos

A minha cama na relva

A minha cama na relva

O meu Algarve

O meu Algarve

...enquanto uns trabalham...

...enquanto uns trabalham...