terça-feira, julho 28

Esperar é uma canseira
Esperar muito é Zen
... de tanto esperar adormece a inquietação que, quando é constante e continua, acaba por se esgotar
no lugar da ansiedade começa então a instalar-se uma pacífica indiferença onde o "estou por tudo" ou "venha o que vier" quase roçam o "que se lixe"
Estou há cerca de 2 meses a aguardar um pedido de reclassificação que tarda em chegar
Depois de voltas e reviravoltas infrutíferas, atirei-me em papel A4, numa escrita explicativa, concisa e emotiva, à capital... mais exactamente ao gabinete do Valter Lemos de onde veio pronta resposta! Pedia ele, (ou alguém por ele) à Direcção Regional do Sul que o meu processo fosse revisto com "URGÊNCIA"... imagine-se se não fosse esse o carácter com que carimbou o meu "caso"...
Como sou obsessiva tento não me lembrar com irritação desta espera que me desespera durante as 24 horas do dia... lá vou conseguindo...
sinto-me assim numa espécie de limbo onde não sei se me preparo para descer aos infernos ou me encho de ar para subir aos céus... tudo dentro das suas relativas proporções e relatividade, óbvio...

2 comentários:

Siala ap Maeve disse...

enche-te de força, rasga um sorriso nos lábios, mesmo que salgado pelas lágrimas, mantém nos olhos brilhantes a esperança...respira fundo quantas vezes forem necessárias, olha uma árvore, uma flor, uma borboleta, sente a brisa, o toque de um raio de Sol, e deixa-te inundar pela vida que pulsa á tua volta.
Tudo se vai resolver da melhor forma para ti. Já fizeste a tua parte, agora entrega e segue em frente, com confiança de que o que vier a resultar é o que necessitas para o teu momento :)
Beijos!

Siala ap Maeve disse...

Ps- e chora se for preciso. Não reprimas nada. Reprimir só alimenta ;)

o que me faz feliz

o que me faz feliz
o meu mundo ao contrário

O meu Farol

O meu Farol

A bela foto

A bela foto
o descanço dos meus olhos

A minha cama na relva

A minha cama na relva

O meu Algarve

O meu Algarve

...enquanto uns trabalham...

...enquanto uns trabalham...