segunda-feira, abril 14

Feliz

As dietas são de facto motivo de grandes depressões... não é o meu caso.
Sempre gostei de exercícios de força de vontade, fazem-me sentir mais forte e com uma boa energia... gosto de saber que quem manda em mim sou eu!!!
É com imensa alegria que utilizo o meu arquivo sobre alimentação e faço uma dieta muito racional, como só alimentos de que gosto mas sabendo que, em simultâneo, me fazem bem, ou pelo menos não fazem mal.
Todos aqueles nomes estranhos que usei foi mais por brincadeira, pois, nada daquilo é base de dieta minha. Como bem e sinto-me feliz com isso. Tinha a tensão nos 15 já vou nos 13,5.... e só passaram 15 dias... sem químicos, sem carne a torto e a direito, sem gorduras (enchidos, manteiga, e outros), sem açucares em excesso, sem alcool, sem café que não sinto, nem nunca senti, a falta, era mais pelo ritual, com a caminhada diária de 30 minutos, que já fazia mas com menos regularidade, enfim com tudo isto só me posso mesmo sentir bem.
Portanto não me lamentem, antes pelo contrário,festejem comigo;
Dizem que cozinho bem, seja o que fôr, por isso as refeições continuam a ser um grande prazer... mas agora são um prazer duplo.... sabem-me bem e não me fazem mal!

5 comentários:

disse...

E viva á Ines, é assim mesmo,uma dose de prazer naquilo que é imposto torna tudo mais fácil.

Bjinhos e tudo de bom.

mas n baixes mt as intenções ;-)

inespimentel disse...

oh baixas, Si... desta vez é a doer...não baixo nem um bocadinho, até porque, só tomar a decisão de comer bem é que custa... comer bem não custa nada até sabe bem.

Carla disse...

Então parabéns pela força e pela capacidade de gostar de viver
beijos

Manga dalpaka disse...

Para mim as dietas são tipo filmes de terror... não, drama.É mais isso, drama.

xistosa disse...

Eu que sou sempre acintoso e cáustico, costumo dizer que as dietas são o atalho para a morte.
Também como a meio, ou menos, sal, comprei um grelhador para fazer grelhados na garagem, na garagem, NÃO!, no grelhador, mas dentro da garagem.
O outro grelhador a carvão, só sai do estacionamento lá para meados de Maio.
Há uma coisa que não deixo de tomar.
CAFÉ e muito ... (Uns 4 a 5 por dia).
O café, estou a falar nisto e parece-me que é uma postagem que vou fazer ... o café, como dizia, evita a doença de Alzheimer, Parkinson e quem tiver um AVC ou en farte, resiste melhor do que o que não toma café.

Eu tenho provas de que é verdade, quer na família, quer em amigos e vizinhos.
Não sei se faz mal a alguma outra coisa, mas sabe-me bem e bebo-o.
Normalmente sem açúcar, (é quando me apetece beber dois seguidos), ou com meio pacote de açúcar a dividir com a minha mulher.
Chego a levantar-me da cama, quando não consigo dormir e fazer um expresso ...
No outro dia o despertador parece-me uma canção de Natal ...

Ando há procura dum texto sobre o chocolate ... já o publiquei no blog, mas não o encontro ...
Bem assim como a dieta das uvas ...
Prometo que antes de morrer lhe envio os testos!!!

(levo a vida a sorrir e muito do que digo é mentira, ou será uma verdade encapotada) Não sei! Mas o que escrevi mais acima é verdade, verdadeira!!!)

o que me faz feliz

o que me faz feliz
o meu mundo ao contrário

O meu Farol

O meu Farol

A bela foto

A bela foto
o descanço dos meus olhos

A minha cama na relva

A minha cama na relva

O meu Algarve

O meu Algarve

...enquanto uns trabalham...

...enquanto uns trabalham...