quarta-feira, junho 11

Há MAR, há MAR

Passeio redentor
Não encontro palavras para descrever a paz que trago dentro de mim, dei-me um passeio de quatro kilómetros, no ir e no vir, beira mar, eu, o mar muito verde, muito fresco e sedutor, a areia ora fôfa, ora compacta, debaixo dos meus saudosos pés... um encontro feliz, passadas largas, soltas, voadoras, olhos gratificados pousados no ondular que brinca com o meu olhar... e o meu andar, para cá... e para lá... fujo-te ou entrego-me, deixo a água fresca molhar-me os pés, que bom.
Os sons, o marulhar alegre do mar calmo, o pio de uma ou outra ave marinha, a minha respiração, e os meus passos a deixar as pégadas da minha libertação na areia.
No regresso já a minha passagem se diluiu, trago o pensamento solto e livre.
Palmos e palmos de areia, lagoas que o mar, por passatempo, desenhou na praia e vivalma, vivalma, só eu e uma ou duas pessoas com quem me cruzei, também elas distraídas do mundo, certamente também elas felizes, alheias de tudo, entregues ao que aquela imensidão de natureza nos proporciona... o tempo parado, e os meus passos, a minha respiração... e o mar, o mar imenso estendido à minha espera, no seu momento de calma, empenhado em lembrar-me quem sou eu...
No fim da caminhada um mergulho fresquíssimo e o prazer imenso do sol a aquecer-me o corpo satisfeito.
Que bom... no fim de semana quero mais... é que dia 16 é feriado por estas bandas...

6 comentários:

SAM disse...

eu tb dou grandes passeios á beira mar agora! com a maquina fotografica claro...ando atras das meninas em topless na praia desdes o Furadouro até Esmoriz e espinho!
lololol
beijo doce doce minha querida amiga !

xistosa - (josé torres) disse...

Mergulhar onde ?

Gosto muito de peixe congelado, mas não estou a ver um humano em tal estado.
Moro relativamente longe do mar e os melhores caminhos, nos fins de semana ou feriados, são ocupados pelos passeantes de "Shopping", que entopem tudo.
Mas só o molhar os pés, agora e aqui, mesmo com calor, até me arrepio.
Desforro-me no maldito Agosto, quando a m/mulher pode gozar férias, em águas quentes e areias finas da costa espanhola.

inespimentel disse...

Claro Sam para ti sem paisagem acrescida não teria graça!

inespimentel disse...

Xistosa a praia, como tudo o que se faz por gosto e vontade, ou é de qualidade ou mais vale ficar quieto... uma das angústias que eu tinha na capital, era que quando pensava ir ao campo, ou à praia, percebia que toda a cidade tinha acordado com o mesmo desejo... assim não, é claustrofóbico!!!

minucha disse...

Senti o teu fresquinho!

não passo sem água do mar, e sentir-me lá dentro, como disse o Xistosa, uma alegria.

Francis disse...

Que bom que o tempo permite fazer estes passeios relaxantes.
É altura de aproveitar o sol, o mar e libertar os musculos.

o que me faz feliz

o que me faz feliz
o meu mundo ao contrário

O meu Farol

O meu Farol

A bela foto

A bela foto
o descanço dos meus olhos

A minha cama na relva

A minha cama na relva

O meu Algarve

O meu Algarve

...enquanto uns trabalham...

...enquanto uns trabalham...