quinta-feira, novembro 20

Amor ou vaidade?

Um novo acordar, é o que poderia chamar à novidade que aqui vou partilhar


Ainda por explicar, está a razão que leva uma rolinha a vir todas as manhãs simular, entre voos e bicadas, o desejo de entrar no meu quarto!

A porta/ janela de vidro dá sobre uma açoteia e, ainda o sol mal mostrou a sua luz, já ali esvoaça a rola, com o seu característico sibillar que acompanha o bater das asas, subindo e descendo em curtos voos, dando pequeninas bicadas no vidro, e dando-nos um acordar que dispensa o despertador... o cenário é mais um dia que desponta ainda tímido, o vidro oferece-nos um enorme céu azul, em baixo uma açoteia caiada de branco e uma ave, quase doméstica, que insiste, pensávamos nós, em entrar... para fazer o ninho, diz o meu pragmático marido!

Cá para mim são outros, os motivos da rolinha madrugadora, e de dois não escolho nenhum... fico com ambos!

Ou é amor, ou vaidade

Vaidade porque, quando vê a sua imagem reflectida no vidro, mira-se e remira-se com gosto... e volta sempre!

Amor pois na sua imagem reflectida, admira um belo exemplar da sua espécie ... irresistível... e não arreda pé... bicadinha aqui, bate de asas para cima e para baixo, talvez, digo eu, num singelo jogo de sedução

E nós ali, deitados a adivinhar...

Já sabemos que ela, entrar não quer, pois abrir a porta é pôr um ponto final na brincadeira e mesmo sem saber o que a faz voltar a cada manhã estamos contentes com o nosso, ainda que demasiado madrugador, dizia eu, novo despertador!

8 comentários:

direitinho disse...

Este quadro mostra-nos que estão atentos ao mundo que nos rodeia.
Poderia lembrar muitos.
Este novo despertador é algo maravilhoso.

claras manhãs disse...

Fiquei deliciada com esta história.

Anónimo disse...

... também eu gostei muito, dos sons da rolinha, da claridade do azul do céu, dos cheiros do campo a amanhecer e de acordar desta maneira quando te li... Graça

Bartolomeu disse...

Li em tempos, não me recordo onde, que alguns "espíritos" encarnam em animais.

inespimentel disse...

É direitinho... estão atentos e são curiosos!

inespimentel disse...

Minuxa obrigado, gosto quanto tu te delicias... conseguiste entrar no meu mundo e conhecer a rolinha, foi?

inespimentel disse...

Amiguinha Graça, andas a respirar ar da cidade há muito tempo... vê lá se vens cheirar o campo, estou esperando!

inespimentel disse...

Bartolomeu, gosto imenso de ter a liberdade de acreditar em reencarnações,e noutros temas de que só depende a fé, ou a convicção de cada um, sem explicar porque sim ou porque não...

o que me faz feliz

o que me faz feliz
o meu mundo ao contrário

O meu Farol

O meu Farol

A bela foto

A bela foto
o descanço dos meus olhos

A minha cama na relva

A minha cama na relva

O meu Algarve

O meu Algarve

...enquanto uns trabalham...

...enquanto uns trabalham...