sexta-feira, setembro 14

"NÃO SE GOVERNAM NEM SE DEIXAM GOVERNAR"

Podia dizer tanto mal dos portugueses que "não se governam nem se deixam governar", do estado do país, da policia judiciária ou do Scolari;
procurar culpados e inocentes neste carrocel, apontar carrascos enaltecer vítimas, chocar-me com tanta bestialidade à minha volta, desesperar-me com a circunstancialidade dos juízos, afligir-me pelos inocentes, explodir de revolta, chorar de desespero...
deixar sangrar até ao silêncio este meu coração que não deixa de se comover com tanta injustiça, tanta desigualdade; podia já sossegar este meu corpo que se debate numa aflição de tamanha impotência...
Mas animem-se os que por aqui passarem; vim só para vos desejar, do mais fundo de mim, um bom fim de semana, alimentando o desejo de que, apesar dos pesares, consigamos a paz e a felicidade que merecermos!

4 comentários:

marta disse...

Bom fim de Semana, minha linda.

Ver se cá venho mais logo à noite que agora a merda do social me obriga a uma coisa que me não apetece.

Já vai sendo raro, mas ainda acontece, uma vez por outra.


Desculpa o desabafo.


Beijinhos

inespimentel disse...

Estamos afastadas... somos críticas em relação às nossas origens mas também sabemos tirar partido da vida; se o social se impõe estamos no ir; com o nosso estilo, deixando a nossa marca! Para muitos somos uma lufada de ar fresco, falamos do fundo de nós e isso é estimulante para certas pessoas que estão mais no parecer do que no ser.
Até logo e desabafa sempre
Espero que percebas as minhas palavras
Boa semana

marta disse...

claro que percebi.
Mas às vezes não apetece nada, e digo muitas vezes que já não faço fretes...sempre tenho de fazer alguns.

inespimentel disse...

Marta às vezes não há mentalização que ajude,é estucha mesmo, não?

o que me faz feliz

o que me faz feliz
o meu mundo ao contrário

O meu Farol

O meu Farol

A bela foto

A bela foto
o descanço dos meus olhos

A minha cama na relva

A minha cama na relva

O meu Algarve

O meu Algarve

...enquanto uns trabalham...

...enquanto uns trabalham...