quinta-feira, setembro 27

O Cartão Matriz - um desabafo

O nome do cartão nem é mau mas eu devia ter imediatamente desconfiado que a Caixa Geral de Depósitos não aguentaria a pedalada, tanta descomplicação, sei lá eu! Cartão Matriz, Matrix, não sei mas há algo de ficção neste objectivo!
Sou novata nestas andanças mas pareceu-me que estava na hora de consultar as minhas parcas finanças online. Avancei segura de que a inteligência não era para ali chamada e eu estaria à altura do "desafio"!
Enganei-me!
Depois de longos quartos de hora a tentar entender a simplicidade do "processo"comecei a suar e a reconhecer que teria que dispender mais tempo e empenho do que aquele que levianamente tinha, à partida, pressuposto.
O programa insistia em informar-me que eu não possuía nenhum cartão matriz para activar, ainda que eu tivesse na mão aquele que, depois de solicitado online três dias antes, tão prontamente me havia chegado pelo correio.
Decidi-me pela CaixaDirecta Telefone, já que a CaixaDirecta online não me estava a facilitar a vida.
Aí foi labirintico... de tal maneira que depois de 4 telefonemas e 10 euros gastos eu já não sabia dizer por onde tinha andado... falei com três operadores, fui obrigada a difíceis exercícios de perícia e concentração tipo:- Digite o terceiro número do seu cartão de contribuinte, digite o sexto número do seu cartão de contribuinte (isto assim, vindo do nada, sem aviso nem preparação);
no intervalo da espera entre cada passo fui obrigada a ouvir toda a caderneta de ofertas da cgd, com música de fundo;
cada operador com quem falei se apresentava formatado como se não se tratasse de um directo mas sim de uma gravação, muito mecânicos, sempre a tentarem desviar-se atirando-me, sem dó nem piedade, o caminho impessoal da conversa que já tinha tentado ter antes com o teclado do meu telemóvel, sem resultado.
Saga a continuar e a rever, mais tarde, talvez amanhã

2 comentários:

marta disse...

Deixa que não és só tu...infelizmente, porque como deves calcular com os teus males posso eu bem...

Gargalhada! enorme

népias de teclas em telefone que eles avisam-me logo que eu já ultrapassei o tempo e que por uma questão de segurança vão acabar com a ligação.

Por isso, faz assim lindinha.

Abres a primeira página da...qual é o banco? bem do teu banco
Depois ligas para os gajos e carregas na tecla que diz que queres que seja alguém que te atenda.
Depois dizes que como andas há três dias a tentar entrar e falar com eles que está na primeir página e que te ensinem o que deves fazer.
Logo que não percebas a primeira coisa que te digam, declaras:
Olhe eu não percebo nada disto, por isso explica lá outra vez onde carrego.
Não tenhas vergonha de fazer mil vezes a mesma pergunta, porque os gajos ensinam e sabem-no fazer, precisam é de perceber que não sabemos literalmente nada.

Se seguires estes conselhos de quem já passou pelo mesmo, és capaz de te dar bem.
è uma maravilha não ter de sair de casa para nada, a não ser levantar dinheiro. Porque até os cheques chegam a casa mais baratos do que se fores buscá-los ao balcão.


beijinhos e sucesso!!!

inespimentel disse...

Marta vou seguir com aexplicação ali à frente, a saga continua!

o que me faz feliz

o que me faz feliz
o meu mundo ao contrário

O meu Farol

O meu Farol

A bela foto

A bela foto
o descanço dos meus olhos

A minha cama na relva

A minha cama na relva

O meu Algarve

O meu Algarve

...enquanto uns trabalham...

...enquanto uns trabalham...