sexta-feira, fevereiro 20

A kaxaça não é água não, lai, lai li

Mais um Carnaval, mais um ano sobre o meu nascimento, e vão 53!
Escolho esta data e o 31 de Dezembro para fazer um "balanço"
Até quarta feira estarei até fechada para isso mesmo, fazer o BALANÇO!
Nunca achei particular graça a esta época, talvez porque sempre decidi por mim, quais os momentos propícios para me libertar de espartilhos, para ser "maluca", fazer a festa, vestir o que me apetecia, e, acima de tudo, nunca dei demasiada importância ao que o senso comum pensava das minhas opções/ acções! Não por mérito meu, apenas porque "me criei" nos anos revolucionários e libertadores em que tudo era possível... tal como no entrudo (que mal que soa, entrudo)!
Para lá de outros motivos, penso que esse é um gozo especial que o comum dos foliões extrai do Carnaval... poder andar de mama ao léu, cantar e dançar à maluca, usar cores para lá do que é um arco- íris, ir para a rua quase nu, ou na pele do que a imaginação atingir, fazendo dos estranhos amigos, como se não houvesse amanhã, numa comunhão em que só a "alegria" vale...
É uma catarse colectiva, um vale tudo, ninguém leva a mal, e quanto maior é a tristeza e a desilusão maior tem de ser a festa, mais inesquecível, mais libertadora! Este ano deve ser mesmo de arrasar...
Acho bem, embora o meu achar não seja por aí chamado, parece-me salutar e oportuno estes dias de libertação... a vida não está nada fácil e alegria nunca é de mais... poderá ser pateta, mas será bem vinda!
Que todos se divirtam e que quarta feira possam sentir que o Carnaval os deixou mais leves, comunicativos e com alegria que chegue à Páscoa... depois logo se vê...
PS usei e abusei de palavras da familia "liberdade" mas o Carnaval é isso mesmo... abusar com força e sem medos!

4 comentários:

Sam disse...

Até quarta!
beijinho doce doce em ti! e bom fim de coiso amiga!

claras manhãs disse...

prontos, está bem.
vamos passar os anos sem dizer nada uma à outra.
Que o dia de anos seja feliz.
o meu vai ser, que adoro fazer anos.

beijinho de parabéns adiantados.

direitinho disse...

Como dizia a minha amiga:
O carnaval é todos os dias só que nesta época é mais natural.

xistosa - (josé torres) disse...

Então estou quase a ser apanhado ...
Puxa!!!
Nem eu quero que envelheça, nem quero deixar de os fazer.

Então mais um Carnaval que já foi Entrudo.
Sim, antigamente a esta época chama-se o Entrudo, não sei a origem do termo.
Mas sei que uma vez, há mais de meio século bem aviado, no Cinema Condes em Lisboa, levei com um saco de serradura e um ovo ... nunca mais quis brincadeiras dessas porque não gosto do cheiro dos ovos crus.
Depois esguichavam-se as pessoas com água, raspavam-se estalidos nas paredes e deitavam-se estalinhos no chão.
Tudo está a modificar-se.
As pessoas vestiam-se para se mascarar, hoje despem-se para farrar.
É a única vantagem do Carnaval ...

Uma boa catarse mental.

o que me faz feliz

o que me faz feliz
o meu mundo ao contrário

O meu Farol

O meu Farol

A bela foto

A bela foto
o descanço dos meus olhos

A minha cama na relva

A minha cama na relva

O meu Algarve

O meu Algarve

...enquanto uns trabalham...

...enquanto uns trabalham...