quarta-feira, junho 20

O pecado de Eça de Queirós

Os anos passam e o gozo de ler Eça se possível, sái renovado de cada vez que lhe pego.
Está definitivamente entre os meus preferidos.

Peguei no "Crime do Padre Amaro" e estou num deleite... é a tal companhia que gostamos de ter à nossa espera para um momento bem passado; o efeito catastrófico que deve ter causado na época, ainda deve abanar com as suas réplicas, as mentalidades de parte da nossa sociedade.
Como foi possível tamanha liberdade, crueza, ironia?... como permitiram a Eça sobreviver depois de pôr a nu, com imenso realismo, elites intocáveis e insuspeitas? Autêntica chusma de blasfémias e "poucas vergonhices" que ainda hoje, décadas e décadas depois, me levam à gargalhada incontida, perante a diversidade riquíssima de "tipos", tão "nossos", tão portugueses... por estranho que me pareça, talvez pelo lado jocoso e algo paternalista que Eça utiliza, aquelas personagens não me inspiram desprezo como na vida real. Até uma pontinha de ternura trocista perante tanta alarvice e imoralidade... os enlevos e os amores parecem mais legítimos mesmo quando adúlteros ou pecaminosos, a gula transforma o "clero" em gourmants, as fêmeas libidinosas de meia idade, em sedutoras irresistíveis.
Se por estes dias, um quaquer jornal nacional publicasse em "folhetins"os episódios mais "picantes" do Crime do Padre Amaro ponho-me a imaginar que teriamos tema de abertura de notícias garantida nos 4 canais nacionais em horário nobre... um escândalo, uma pátria lesada, um país desacreditado e uma barrigada de riso satisfeito por ver o retrato mais velado dos inconfessáveis pecados de quem concede a si, e todos os outros, o perdão divino, com procuração implícita do mais alto dignatário daquele que, a todos limpa a consciência, em troca dumas avé marias e uns padres nossos avulsos, ditos entre uma e outra escorregadela... tudo devidamente confessado, debitado e creditado, como manda a sapatilha! Com boas contas se fazem os bons amigos!

3 comentários:

Rodrigo disse...

Oi, achei teu blog pelo google tá bem interessante gostei desse post. Quando der dá uma passada pelo meu blog, é sobre camisetas personalizadas, mostra passo a passo como criar uma camiseta personalizada bem maneira. Até mais.

inespimentel disse...

Obrigado pela visita e bom futuro para o negócio!

marta disse...

Vais-me fazer ir reler o Crime do Padre Amaro, que li pela última vez, não sei...talvez há 2o anos.
Lembro-me bem das gargalhadas.

Tenho mesmo de o ir reler!

o que me faz feliz

o que me faz feliz
o meu mundo ao contrário

O meu Farol

O meu Farol

A bela foto

A bela foto
o descanço dos meus olhos

A minha cama na relva

A minha cama na relva

O meu Algarve

O meu Algarve

...enquanto uns trabalham...

...enquanto uns trabalham...