segunda-feira, maio 28

Signos???

Em tempos confesso que me interessei muito por signos astrológicos, já lá vão uns anitos; acabei por relativisar o seu peso na minha avaliação das pessoas!
Qualquer coisa ficou guardada cá dentro; nunca liguei a previsões, mas, a análise das características de certos temperamentos, transporta-me involuntáriamente para "soluções astrológicas".


Por puro acaso, coisa em que cada vez menos acredito, peguei este fim de semana num livro que resta do meu espólio astrológico, e que, também por qualquer não acaso, preservei ao longo de muitos despojamentos!


Rendi-me... é um mergulho absolutamente SÁBIO em tudo o que de mais profundo desenvolvi e guardo no silêncio da minha maturidade. Sempre vi reflectidas, naquelas páginas, um espelho de mim; mas fiquei com a certeza de que, aquele potencial, aquela personalidade é de um adulto e só agora, anos e anos passados, eu me revejo ali tão transparente, como é possível alguém que nunca me conheceu descrever-me melhor do que eu já algum dia consegui??? E eu até sou alguém que se conhece bem! É absolutamente demolidor, não se compreende!


Anos de vida a tentar entender-me, a explicar aos outros o que é, e como funciona, este comlexo mundo do Peixes ... quando finalmente chego a algumas conclusões fecha-se o ciclo e vem-me parar às mãos um livro, que é meu há mais de trinta anos, e que me diz de forma clara e inequívoca o que eu construí, o que sou, o caminho que, e como, percorri...

Inclusive está por lá dito que eu vejo a humanidade como um oceano, enfim uma semelhança com toda uma descrição de um texto que ainda por cima postei esta semana e por isso estava muito presente!

Hei-de transcreve por aqui algumas palavras do dito livro, mas não hoje!

2 comentários:

marta disse...

Vens falar de um tema, que também eu, há anos atrás, não sei se também 30, teria que fazer algumas contas e agora não me apetece :), me apaxonei.
Já agora, podes dizer de quem é o livro?

Já viste no teu post de letras pequeninas, as dicas que lá te deixei? Dá para perderes ou ganhar, algum tempo.

inespimentel disse...

Logo te digo que livro é, não o tenho aqui comigo!
Sabes, Marta, é mais no meu serviço que acedo ao blog, não interfere com a actividade de "rapariga da biblioteca", quando acalma lá venho eu. Em casa não vou muito!
Obrigados pela dica, já ampliei a letra miudinha... com o entusiasmo acho que até exagerei mas isso ninguém se importa!

o que me faz feliz

o que me faz feliz
o meu mundo ao contrário

O meu Farol

O meu Farol

A bela foto

A bela foto
o descanço dos meus olhos

A minha cama na relva

A minha cama na relva

O meu Algarve

O meu Algarve

...enquanto uns trabalham...

...enquanto uns trabalham...